Novidades

Melhores práticas de lubrificação Industrial

12. May 2016

Melhores práticas de lubrificação Industrial

Confira entrevista e descubra quais são

Nesta entrevista, Toby Porter, gerente de mercado da indústria de alimentos e bebidas da Kluber Lubrication Estados Unidos, revela as melhores práticas de lubrificação que aumentam a segurança, eficiência e confiabilidade do equipamento.

1.     Na sua opinião, que fatores são críticos em termos de garantia de lubrificação industrial adequada para aumentar a confiabilidade do equipamento?

Boa pergunta, e você também tocou no objetivo principal: aumento da confiabilidade do equipamento. Existem alguns pontos para ajudar a fazer isso acontecer com lubrificação. É importante seguir a recomendação do fabricante do equipamento; contudo, é igualmente importante certificar-se de que esta recomendação foi aplicada de forma correta, incluindo a quantidade do tipo de lubrificante certo e a hora certa. Finalmente, o monitoramento regular ajuda a garantir que o óleo lubrificante ainda está oferecendo proteção ao sistema de engrenagens de forma adequada. Como exemplo, isso pode ser feito por meio de um programa de análise da amostra do óleo.

2.     São ótimas ideias  —  mas o que uma indústria pode fazer para garantir que um programa seja implementado?

Para garantir que um programa de lubrificação industrial bem desenvolvido seja implementado, é importante ter os diversos participantes envolvidos desde o começo. A Klüber Lubrication ajuda neste aspecto, fornecendo treinamento no local, assistência com mapeamento de lubrificação, rótulos para equipamentos, lubrificadores de ponto único ou recomendações para sistemas de lubrificação, orientando a respeito das melhores práticas, bem como análise dos atuais lubrificantes em uso. Antes de fazer uma recomendação, todo o ambiente tribológico precisa ser levado em conta, compartilhar o conhecimento de tudo o que foi mencionado acima garante que a importância disso é entendida por todos.

3.     O que dizer a respeito do treinamento?

O treinamento dos operadores é imperativo e muitos de nossos clientes viram os benefícios de ter um quadro de pessoal mais bem informado quando se trata de lubrificação industrial. Tentamos implementar um programa contínuo tipo “treinamento de instrutores” junto aos nossos clientes. Este programa permite que o compartilhamento de conhecimento torne-se uma prática mesmo após o término do treinamento.

Utilizar lubrificantes é uma ciência – e leva algum tempo para que os operadores dentro da indústria se tornem conhecedores de todos os seus aspectos relevantes. Esta é a razão pela qual freqüentemente enfatizamos o treinamento e seus benefícios para nossos clientes. A linha de frente para manutenção preditiva é o usuário do equipamento (o operador). Assim, fazemos treinamento de operação proativo de modo que, em caso de surgimento de problemas, eles sejam percebidos cedo o bastante para que se evitem defeitos catastróficos que levem a paradas significativas nas máquinas e engrenagens.

4.     Como fabricantes de lubrificantes, o que mais vocês têm a oferecer?

Podemos dar assistência no desenvolvimento de programas de lubrificação industrial e identificar os procedimentos corretos para armazenamento, amostragem e aplicação de lubrificantes. Um exemplo de procedimento de melhores práticas é ter pontos de lubrificação claramente etiquetados. Isso ajuda a prevenir a mistura de tipo alimentício e tipo não alimentício ou até diferentes tipos de produtos químicos que podem não ser miscíveis, e que potencialmente danificam os equipamentos.

5.     Quais os fatores importantes a considerar ao armazenar lubrificantes industriais?

Nem todos os lubrificantes são iguais. Mesmo alguns que parecem similares na cor ou na consistência podem atuar de forma totalmente diferente dentro de uma aplicação. Um equívoco comum na indústria alimentícia é que a cor é um tipo de indicação sobre se um tipo de lubrificante é alimentício ou não. Por essa razão, recomendamos diversas melhores práticas para ajudar a manter os lubrificantes separados e garantir que o mesmo lubrificante especificado para uma aplicação realmente serve para o ponto de lubrificação das máquinas. Essas práticas podem incluir recomendações para armazenamento em massa, uso adequado de recipientes de transferência, graxeiras e mangueiras exclusivas etc.

6.     Imagino que também seja importante manter um programa regular de lubrificação e manutenção na linha de produção.

É extremamente importante. Você precisa ter disponível um plano de manutenção regular que seja entendido pelos operadores da máquina e pelos mecânicos. Ter isso é apenas uma parte do plano; uma estrutura tipo verificações e balanços é importante para garantir que o programa esteja sendo concluído. Ter um procedimento bem documentado e entendido pelos operadores garante que, mesmo se houver mudança de cargos, o equipamento recebe o mesmo nível alto de atenção regular prescrito em seus tipos de engrenagens.

7.     Olhando para o futuro, quais as novas práticas de lubrificação que os clientes devem conhecer?

Muitos clientes começaram a implementar o que se conhece por Manutenção Produtiva Total (MPT). A estratégia e implementação podem variar, mas um tema comum é a transferência contínua de práticas de lubrificação industrial aos operadores em geral e operadores de linha das máquinas. Um benefício é que o pessoal que trabalha nos equipamentos tem uma relação mais próxima com as condições operacionais típicas e podem reconhecer mais facilmente qualquer coisa fora do comum. Isso pode melhorar a manutenção preditiva do lubrificador industrial e reduzir as paralisações às vezes prolongadas que ocorrem quando os problemas passam despercebidos.

Entre contato com nossa equipe técnica para verificar qual a melhor aplicação para sua indústria clicando aqui.

Você pode ler também:

Fale conosco

Entraremos em contato em breve

Agradecemos sua participação. Entraremos em contato assim que possível.

Ocorreu um erro no processamento. Por favor, tente novamente mais tarde.