Novidades

Você sabe escolher o lubrificante industrial mais adequado para sua operação?

06. October 2015

Você sabe escolher o lubrificante industrial mais adequado para sua operação?

Uma das formas mais efetivas de alcançar o melhor desempenho é também uma das mais simples e negligenciadas: a lubrificação adequada.

As indústrias forçam cada vez mais o limite de suas máquinas e engrenagens para ter mais produtividade e, ao mesmo tempo, buscam reduzir as paradas. Esse desafio é compartilhado com seus fornecedores que são procurados para oferecer soluções inovadoras para atender a esta nova demanda de lubrificação.

Uma das formas mais efetivas de alcançar o melhor desempenho das engrenagens é também uma das mais simples e negligenciadas: a lubrificação adequada.

Apesar de aparentemente simples, escolher a lubrificação industrial correta pode ser uma tarefa complicada. Além do mercado de óleos lubrificantes oferecer uma ampla gama de variedade de produtos, formulações e marcas, as indústrias também têm regulamentos e padrões específicos que precisam ser atendidos. Por isso, escolher o sistema de lubrificação apropriado para determinada aplicação é crítico e deve  ser feito com o auxílio de um especialista.

Durante décadas, indústrias de óleos lubrificantes têm desenvolvido e fabricando tipos de lubrificantes especiais adaptados às exigências de seus clientes. Há algumas exigências gerais que todos lubrificantes devem atender, como reduzir atrito e desgaste, proteger contra a corrosão, dissipação de calor e proporcionar um efeito de vedação eficaz. Mas, dependendo das condições de operação e manufatura das fábricas, o ato de lubrificar também deve ter propriedades adicionais. Com tantas variações, escolher o fornecedor correto é tão importante quanto escolher o melhor lubrificante correto.

Lubrificante de uso geral ou Sintético?

Uma das primeiras perguntas é se a lubrificação industrial de seu equipamento será mantida em intervalos regulares ou será “lubrificado por toda a vida”, isso vai ajudar a determinar se é necessário um lubrificante de uso geral comum ou um óleo lubrificante sintético especial. Óleos, graxas, pastas e ceras representam as categorias mais comuns de lubrificantes industriais. Normalmente, um óleo lubrificante contém 95% de óleo base (na maioria das vezes, óleos minerais) e 5% de aditivos. Graxas consistem de óleos base lubrificantes que são misturados com espessante para formar uma estrutura sólida. Pastas contém óleo base, aditivos e partículas sólidas lubrificantes. Por fim, ceras lubrificantes são compostas por hidrocarbonetos sintéticos, água e um agente emulsionante, o que a faz ficar fluida quando determinada temperatura é alcançada.

A maioria dos óleos lubrificantes, incluindo muitos óleos de motor, são óleos minerais lubrificantes destilados do óleo cru (petróleo), enquanto óleos lubrificantes sintéticos também são utilizados. Óleos sintéticos, tais como os polialfaolefinas (PAOs) ou ésteres sintéticos são produzidos artificialmente de outros compostos. Sendo assim, a composição é bastante diferente do óleo de petróleo.

Sua maior pureza e homogeneidade oferecem propriedades superiores, como índice de viscosidade, estabilidade de oxidação e cor. Há também a opção dos óleos lubrificantes semissintéticos (também chamados de misturas sintéticas), que são uma mistura de óleo mineral e óleo sintético. Esse tipo de lubrificante oferece muitos dos benefícios do óleo sintético por uma fração do preço.

Quando o óleo lubrificante sintético é selecionado, geralmente é para oferecer propriedades mecânicas e químicas superiores comparadas àquelas que se encontram em óleos minerais. Quando um fabricante não estoca um determinado lubrificante sintético com as características de desempenho necessárias para a tarefa,  poderá ser preciso o uso de um tipo de lubrificante especial.

Se o equipamento obtiver lubrificação regularmente, não é necessário usar um óleo sintético ou especial que tem a função de durar por um longo período. Nesse caso, o lubrificante precisa apenas atender às necessidades básicas de desempenho e ser trocado com frequência.

Geralmente, o óleo lubrificante sintético é escolhido quando o objetivo é obter propriedades químicas e mecânicas superiores àquelas encontradas nos óleos minerais lubrificantes. Ainda assim, há necessidades de aplicação que podem ser tão diferenciadas em uma indústria a ponto de exigir o desenvolvimento customizado de um lubrificante.

Quando o equipamento é lubrificado para a vida, óleos sintéticos são recomendados devido aos muitos benefícios oferecidos, tais como:

- Performance de viscosidade para temperaturas baixas ou altas

- Diminuição da perda de vapor

- Redução de atrito

- Redução de desgaste

- Eficiência aprimorada

- Estabilidade química

- Resistência a problemas de borras de óleo

- Maior intervalo de relubrificação.

Apesar de seus muitos benefícios, lubrificantes industriais sintéticos são conhecidos por uma desvantagem: o preço. Mas, o custo é menor devido ao prolongado tempo de troca desses óleos lubrificantes especiais que podem durar cinco vezes mais se comparados aos lubrificantes não sintéticos.

Fatores que influenciam a escolha

A viscosidade do óleo base é requisito chave para a escolha do tipo de lubrificante. Por isso, compreender as características da aplicação é o primeiro passo para a escolha do óleo lubrificante correto que deve considerar:

- Velocidade de operação (variável ou fixa)

- Tipo específico de atrito (por exemplo: de deslizamento ou rolagem)

- Condições de carga e ambiente

- Normas industriais

Por exemplo, alguns tipos de lubrificantes como os óleos PAG (polialquilenoglicol) são bons para atritos de deslizamento, mas não são muito adequados para atritos de rolagem. Por outro lado, óleos PAO são usados para atritos de rolagem e podem lidar com algum atrito de deslizamento, enquanto silício e lubrificantes PFPE são tipicamente usados para temperaturas extremamente elevadas.

Por fim, o primeiro passo para escolher o melhor lubrificante é escolher o melhor fornecedor. Ele pode te ajudar a fazer escolhas qualificadas sobre a lubrificação de seu equipamento e engrenagens, além de apresentar documentações e testes de qualidade e consistência do produto.

Fale conosco

Entraremos em contato em breve

Agradecemos sua participação. Entraremos em contato assim que possível.

Ocorreu um erro no processamento. Por favor, tente novamente mais tarde.