Novidades

Estação de Tratamento de Efluentes é premiada

28. May 2020

Estação de Tratamento de Efluentes é premiada

Freudenberg acaba de premiar a Klüber Lubrication Brasil na categoria “Sustentabilidade”

Estação de Tratamento de Efluentes é premiada no We All Take Care 

 
 
Na Klüber Lubrication, Sustentabilidade e Eficiência Energética são praticadas diariamente. A preocupação com o meio ambiente e a sociedade como um todo vai muito além dos negócios. Como prova, o Grupo Freudenberg acaba de conceder à Klüber Lubrication Brasil o prêmio ‘We All Take Care’, na categoria “Sustentabilidade”, pelo projeto da Estação de Tratamento de Efluentes (ETE). 
  
A iniciativa global, criada em 2002, reconhece as melhores práticas de colaboradores e empresas do Grupo em prol da saúde, segurança e meio ambiente. Somente nesta edição, que engloba projetos desenvolvidos em 2019, 35 iniciativas ao redor do mundo concorreram ao prêmio, dos quais seis saíram vencedores. Na decisão, o júri destacou que o projeto combina dois aspectos importantes da sustentabilidade: a proteção de recursos hídricos e o combate ao Efeito Estufa de uma maneira inteligente e inovadora. 


  
Projeto autossustentável traz benefícios ambientais e econômicos 


  
O projeto da Estação de Tratamento de Efluentes (ETE), concluído em dezembro de 2019, foi desenvolvido em conjunto pelas áreas de Engenharia e HSE da Klüber Lubrication Brasil, com execução da empresa Projeto Ambiental. Além de proporcionar ganhos na redução do consumo de energia e economia de custo para a empresa, é autossustentável. Ou seja, a estação tem a capacidade de produzir toda a energia elétrica necessária para o seu próprio funcionamento e o excedente ainda é exportado para outros sistemas elétricos da planta. Para isso, foi feita a instalação de 39 painéis fotovoltaicos de energia solar, em uma área de 78m2, que podem produzir cerca de 12.000 kWh / ano, tendo um excedente 8.600 kWh. A redução de custo com o projeto é superior a 60% ao ano. 
  
O processo de tratamento utiliza uma tecnologia limpa, por meio do ozônio (O3) gerado in loco, para controle de poluentes, microrganismos, cor e odor de efluentes. O ozônio possui 1,5x mais poder de oxidação que o cloro e, dependendo da substância, é até 1.500 vezes mais rápido na desinfecção. Ainda, a pressão parcial do ozônio é inferior à do oxigênio (O2), sendo facilmente absorvido pela água, podendo ser até 50 vezes mais rápido que o oxigênio. 
  
A capacidade de tratamento da ETE foi dimensionada com base na vazão mensal gerada mensalmente pela Klüber Lubrication, de acordo com o seu processo industrial, em torno de 800 m³/mês, ou 36,0 m³/dia. 
  
O sistema mais aprimorado de tratamento de efluentes industriais trouxe vários benefícios: além de todo o processo agora ser realizado internamente, os efluentes tratados podem ser liberados na rede pública, em conformidade com o artigo 18 da CETESB e a legislação local. “Outro fator foi a melhoria da infraestrutura do local, com cobertura, impermeabilização e maior segurança operacional”, reforça Rodrigo Portes, Especialista de HSE. 
  
Na parte ambiental, incluem-se a redução nas emissões de CO2 com o transporte para o tratamento (caminhões) e a eliminação do risco de contaminação do solo ou da água, em razão dessa logística externa. A operação ainda gera água de reuso. 
  
“O reconhecimento que tivemos com essa premiação pelo Grupo Freudenberg só nos dá a certeza que estamos no caminho certo, e que pensamos em sustentabilidade e inovação constantemente em todos os aspectos do negócio. Os ganhos obtidos com este projeto impactam a empresa, os colaboradores e a sociedade”, comenta Alessandro Oliveira, Coordenador de Engenharia e Manutenção. 
 

 

Fale conosco

Entraremos em contato em breve

Agradecemos sua participação. Entraremos em contato assim que possível.

Ocorreu um erro no processamento. Por favor, tente novamente mais tarde.