Novidades

Principais normas de óleo

27. February 2018

Principais normas de óleo

Entenda seus impactos

Saiba como as principais normas de óleo (ISO VG, AGMA, CLP, API) utilizadas na seleção de óleo de engrenagem impactam a lubrificação industrial:

  • O primeiro passo para identificar o óleo para o sistema de engrenagens apropriado é seguir as recomendações do OEM;
  • Este rápido conteúdo explica algumas das normas usadas ​​na indústria de modo a simplificar as especificações de óleos lubrificantes de engrenagem;

Muitas vezes, especificar o óleo de engrenagem adequado para um usuário final é tão simples como seguir uma recomendação de OEM. Este deve ser sempre o primeiro passo para identificar o óleo de engrenagem para lubrificação industrial apropriado para usar. Mas os OEMs utilizam diversos padrões para definir as características de desempenho desejadas e o tipo de lubrificante para uma determinada aplicação, faixa de temperatura ou condição de operação. Para garantir que sua especificação esteja correta, vale a pena conhecer as normas comuns de óleo de engrenagem industrial, que incluem:

ISO VG

A viscosidade de um óleo para o sistema de engrenagens é uma das características físicas mais importantes. Com tantas normas internacionais diferentes que definem os requisitos de viscosidade, a ISO VG(International Standards Organization Viscosity Grad) foi desenvolvida com a contribuição de todas as organizações internacionais.

AGMA

A última versão da norma AGMA (American Gear Manufacturers Association) para a lubrificação de engrenagens fechadas é a ANSI / AGMA 9005-F16. Este documento fornece aos fabricantes de equipamentos e usuários finais diretrizes de lubrificação para os tipos de engrenagens abertas e fechadas. A norma define vários requisitos de teste recomendados para várias classes de viscosidade e vários tipos de óleo.

Óleos de engrenagem CLP

A classificação CLP é uma norma de óleo lubrificante alemã, semelhante à norma AGMA, e é definida pela norma DIN 51517-3. Este documento descreve os requisitos mínimos de teste necessários para atender à norma CLP. Abrange lubrificantes para tipos de engrenagens à base de petróleo que contêm aditivos para melhorar a proteção contra corrosão, resistência à oxidação e proteção EP.

Especificação API

A especificação  API é escrita pelo Lubricants Group of the American Petroleum Institute e é desenvolvida para auxiliar os fabricantes de automóveis e os usuários finais na seleção adequada de lubrificantes para transmissões.

Fale conosco

Entraremos em contato em breve

Agradecemos sua participação. Entraremos em contato assim que possível.

Ocorreu um erro no processamento. Por favor, tente novamente mais tarde.