Novidades

Bons ventos trilham o caminho

18. January 2018

Bons ventos trilham o caminho

E os ventos continuam soprando

 

 

Esse artigo foi produzido por Thiago Alves, nosso especialista para indústria de Energia Eólica.

 

E os ventos continuam soprando. Enquanto em 2016 mais de 54 GW de energia eólica foram acrescidos na capacidade instalada anual, a previsão global de 2017 era fechar um pouco menos de 60 GW – os números oficiais de 2017 ainda estão sendo analisados pelo Global Wind Energy Council (GWEC).

Na América Latina, o Brasil vem liderando o caminho, com recorde de capacidade e investimentos em parque eólico. A despeito da crise econômica e política atravessada por nosso país, tanto em 2016 como em 2017, a indústria de energia dos ventos brasileira manteve o crescimento e superou a marca de 10 GW instalados em 2016 (índice que será lembrado na história do mercado eólico) assim como conquistou a marca de mais de 500 parques eólicos instalados em solos tupiniquins em 2017, isso representa cerca de 6.500 aerogeradores instalados e 12,7 GW de capacidade instalada.

Tabela 1 – Capacidade acumulada global

Fonte: Global Wind Energy Council (GWEC)

Tais números ainda continuam em destaque no cenário mundial, uma vez que contribuem para que o país esteja novamente entre os dez maiores mercados em todo o globo: como o 5º país que mais adicionou energia eólica e o 9º país com maior potência de energia pelo vento instalada em 2016. Para efeitos de comparação, o investimento total no setor no período chegou a US$ 5,4 bilhões, de acordo com a ABEEólica (Associação Brasileira de Energia Eólica).

Tabela 2 Top 10 de Capacidade Eólica Instalada Acumulada e Capacidade Eólica Nova em 2016

Fonte: ABEEólica (Associação Brasileira de Energia Eólica).

Clique aqui para baixar o artigo completo.

Fale conosco

Entraremos em contato em breve

Agradecemos sua participação. Entraremos em contato assim que possível.

Ocorreu um erro no processamento. Por favor, tente novamente mais tarde.