Histórias que inspiram: “Hoje eu sou alguém nesse país graças à Klüber Lubrication”

Entrevista realizada por Enrique Garcia, CEO da Klüber Lubrication América do Sul e Austrália, com Ángel Romero, colaborador de nossa planta na Argentina. Ángel atua na área de Produção há 39 anos e é o funcionário com mais tempo de empresa.

EG: Como você se sente trabalhando na Klüber Lubrication Argentina?

AR: Quando comecei a trabalhar na empresa, tinha apenas 22 anos. Hoje, tenho 61 e sou conectado com ela, a qual sinto orgulho de pertencer.

EG: E por quê? Existe algum acontecimento que gostaria de compartilhar conosco?

AR: Quando entrei, eu me mudei do interior praticamente sem nada e hoje em dia eu sou alguém nesse país graças à Klüber Lubrication, porque me desenvolvi como pessoa, sou pai. Tudo o que conquistei, foi nessa empresa e já faz 39 anos.

EG: Por que você pensa isso?

AR: Porque aqui eu tive a possibilidade de trabalhar. Eu sou de Tucumán e me mudei de lá, sem nada, para a casa de um irmão da minha mãe e trabalhava em diversos lugares. Até um dia em que estava jogando futebol, que é minha paixão, e um amigo comentou que tinha um trabalho para mim.

Comecei na empresa e, na época, o Gerente me perguntou se eu gostaria de seguir trabalhando na Klüber Lubrication, porque eles estavam satisfeitos com meu trabalho. Eu disse que sim e, a partir desse momento, fui efetivado na empresa. Nesse dia, disse ao meu tio que havia me tornado efetivo e não queria mais sair.

EG: Quando você entrou, nossa planta estava localizada em Quilmes. Certo?

AR: Sim, está correto. Ela ficava nessa cidade.

EG: Se me permite dizer, você é o único que conhece as duas plantas e é o colaborador mais antigo da filial. Conta para gente: existe alguma recordação que se lembra?

AR: Me lembro que na produção, quando nos mudamos para a planta atual, tínhamos uma empilhadeira manual, o que atualmente é diferente, porque agora trabalhamos com empilhadeiras automáticas.

Eu sempre falo aos meus colegas que nunca fugi de trabalho, sempre segui em frente. Hoje eu ainda tenho orgulho de dizer: me levanto às 5 da manhã, chego na empresa e não paro por nenhum minuto.

Aqui, eu pude treinar muitas pessoas e faço questão de repassar todos os meus segredos. Bom, não são “segredos”, mas são coisas que às vezes o Gerente de Operação, Diego Barrionuevo, me pergunta, por exemplo, sobre uma graxa de quase 20 anos atrás e começo a me lembrar. Às vezes, ele me diz: “não sei como se lembra” e muito menos eu. Em casa me perguntam algo da semana anterior e eu não me recordo. Mas aqui tenho todas as fórmulas em minha cabeça.

Trato de ensinar a todos os meus colegas, busco ajudá-los e, dessa forma, retribuir um pouco pelo que a Klüber Lubrication fez por mim, que sempre esteve presente e me apoiou em tudo.

EG: Por que você diz que a empresa te apoiou em tudo?

AR: Nessa época, eu havia comprado um terreno pensando em ter minha própria casa. E me disseram que eu não precisava, que a empresa iria me ajudar.

O Gerente da planta, por exemplo, me levava a uma loja de construção em Garín para conseguir os materiais e foi assim que construí minha casa. Me mudei no dia 30 dezembro de 1996.

E agora tenho minha casa. Sempre digo, é graças à Klüber Lubrication que eu pude conquistá-la.

EG: Que caminhada...

AR: Sim. Penso em tudo que vivi e tenho muitas recordações...

Como eu era muito jovem, foi uma experiência marcante de como lidar e interagir com as pessoas, como conversar. Me lembro que, quando entrei na empresa, muitas vezes saíamos, eu e você, da empresa a tarde e você fazia questão de me dar carona.

EG: Quando começou a trabalhar na Klüber Lubrication, alguma vez pensou que estaria aqui quase 40 anos depois?

AR: Meu pai sempre me dizia que devemos cuidar de nosso trabalho. Antes da Klüber Lubrication, eu trabalhava como pedreiro e ele falava que esse trabalho não era para mim.

Nessa época, enviei uma correspondência para Tucumán dizendo que havia começado a trabalhar em uma indústria de lubrificantes e que faria o impossível para continuar aqui.

EG: Você obteve sucesso, então. Em breve você completará 40 anos na Klüber Lubrication...

AR: Acredito que eu acertei, assim como a Klüber Lubrication acertou comigo.

Entre em contato

Entre em contato

Esperamos receber sua mensagem!

Para mais informação sobre nossa política de privacidade dos dados de formulário, por favor acesse nossa privacy policy.